Resolva se puder! Caso Clínico Interativo #02

Tendo em vista o grande sucesso do nosso primeiro Caso Clínico Interativo, resolvemos repetir a dose. Segue abaixo outro Caso Clínico Interativo para você!

Leia o caso, faça seu raciocínio e compartilhe as suas principais hipóteses no questionário que segue abaixo do caso. O diagnóstico final e os nossos comentários saem na próxima semana.

Além disso, os leitores do blog que mandarem as melhores respostas terão seu nome publicado no nosso prestigioso Hall da Fama do Raciocínio Clínico!

Você não vai ficar de fora, né? Participe e chame seus amigos para participarem também!

Segue abaixo o relato de caso:

 

Caso Clínico Interativo #02

Uma mulher de 47 anos procurou atendimento devido a dispneia, edema e fraqueza. Ela relatou que o quadro teve início há 2 anos, com dispneia aos grandes esforços. O quadro progrediu gradualmente para dispneia aos pequenos esforços, associado a sensação de edema em face, membros inferiores e abdome. Também queixou-se de muita fraqueza e astenia.

Já havia tido vários atendimentos e algumas internações por dispneia nesse período. Em cada atendimento, acabava evoluindo com melhora parcial dos sintomas após uso de medicamentos, mas não sabia referir o nome das medicações utilizadas.

Suas únicas outras queixas eram obstipação intestinal e palpitações ocasionais.

A paciente era previamente hígida, tendo histórico apenas de depressão, mas negava uso de antidepressivos ou quaisquer outros medicamentos nos últimos meses. Negava etilismo, tabagismo ou uso de drogas ilícitas. Os familiares eram saudáveis, sem relato de doenças infectocontagiosas ou de caráter genético.

Ao exame físico geral, apresentava-se em regular estado geral (REG), lúcida e orientada, descorada 1+/4+, eupneica, com PA 120x90mmHg, frequência cardíaca de 90bpm, frequência respiratória 16mrpm, temperatura 36,5oC. Apresentava turgência jugular, estertores crepitantes em ambas as bases pulmonares, bulhas rítmicas em dois tempos hipofonéticas sem sopros, e edema ++/4+ em tornozelos.

Os exames iniciais mostravam: hemoglobina 13,2g/dL, 6.100 leucócitos/uL (com 5% de bastonetes), plaquetas 311.000/uL, ureia 40mg/dL, creatinina 0,8mg/dL, glicemia de jejum 78mg/dL, VHS 17mm/h, exame simples de urina normal.

O eletrocardiograma era sinusal, com frequência cardíaca = 75bpm, com baixa voltagem dos complexos QRS no plano frontal e alteração difusa de repolarização ventricular.

A radiografia de tórax simples em PA está apresentada na figura abaixo:

Radiografia de tórax - Caso Clínico Interativo - Raciocínio Clínico
Radiografia de tórax em PA

 

Mande suas hipóteses

Agora responda ao questionário sobre o caso, clicando no link abaixo. São só 6 perguntinhas, mas não deixe de responder todas as perguntas e não esqueça de clicar em “CONCLUÍDO” no final para enviar suas respostas:

– PARTICIPAÇÕES ENCERRADAS! –

Clique AQUI para ver a resposta do caso com os nossos comentários.


Veja quem foram os leitores que deram as melhores respostas para este caso e ganharam um lugar merecido no nosso Hall da Fama do Raciocínio Clínico!

logo hall da fama raciocínio clínico

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O HALL DA FAMA

 


Fique à vontade para também comentar este caso na seção de Comentários (lá embaixo), se quiser!

 


Já viu nosso primeiro Caso Clínico Interativo? Se não viu, veja agora!

Clique AQUI para acessar a apresentação inicial do Caso Interativo #01

Clique AQUI para acessar a resposta do Caso Interativo #01

 


Quer baixar nosso novo ebook sobre o diagnóstico difícil, totalmente grátis?

Ebook 2 Raciocínio Clínico - O Diagnóstico Difícil

É só fazer sua inscrição abaixo! Não perca tempo! Inscreva-se já!

Seja nosso assinante!

Informe seu nome e email para receber grátis todas nossas novidades!