Casos

Resposta do Caso Clínico Interativo #02!

Resposta do Caso Clínico Interativo #02!

9 minutos Recebemos 126 respostas para o nosso Caso Clínico Interativo #02, de leitores de todos os cantos do Brasil! As respostas mais comuns foram: Qual seria o melhor resumo do caso? Qual seria a hipótese mais provável para este caso?   Confira abaixo o diagnóstico final do caso, e os nossos comentários!   Resposta do Caso Em relação ao Caso Clínico Interativo #02, acreditamos que o melhor resumo do caso, condensando os achados mais relevantes da história clínica em uma ou duas linhas, Continue lendo

Resolva se puder! Caso Clínico Interativo #02

Resolva se puder! Caso Clínico Interativo #02

3 minutos   Caso Clínico Interativo #02 Uma mulher de 47 anos procurou atendimento devido a dispneia, edema e fraqueza. Ela relatou que o quadro teve início há 2 anos, com dispneia aos grandes esforços. O quadro progrediu gradualmente para dispneia aos pequenos esforços, associado a sensação de edema em face, membros inferiores e abdome. Também queixou-se de muita fraqueza e astenia. Já havia tido vários atendimentos e algumas internações por dispneia nesse período. Em cada atendimento, acabava evoluindo com melhora parcial dos sintomas Continue lendo

DESAFIO: Faça o diagnóstico! Caso clínico interativo #01

DESAFIO: Faça o diagnóstico! Caso clínico interativo #01

3 minutos Estamos trazendo uma proposta diferente: um caso clínico interativo! Abaixo, apresentamos um caso clínico e vocês, leitores do blog, poderão levantar suas hipóteses diagnósticas e sugerir exames complementares para investigação! Na semana seguinte à publicação do caso clínico, traremos quais foram as respostas mais frequentes dos leitores, bem como o diagnóstico final do caso clínico interativo com os nossos comentários. Os leitores que derem as melhores respostas para este caso serão imortalizados no nosso Hall da Fama do Raciocínio Clínico!   * Continue lendo

Caso clínico 4: Azul com azul se apaga

Caso clínico 4: Azul com azul se apaga

5 minutos Cenário: um hospital de Londrina/PR, anos 70. L.A.D., 4 anos, filho do meio de um casal trabalhador da classe média baixa, é trazido ao Hospital pela mãe que percebeu que o menino, habitualmente levado, estava cansado e com as “pontas dos dedos azuis” (sic). História da Moléstia Atual: A criança estava perfeitamente normal até há 3 dias, quando, numa visita de rotina ao pediatra, foi declarado normal, com desenvolvimento psicomotor adequado, vacinação em dia e peso e altura compatíveis com a idade. Continue lendo

Caso clínico 3: Uma vítima do sistema

Caso clínico 3: Uma vítima do sistema

13 minutos Nosso caso clínico deste mês foi traduzido e adaptado do boletim Medical Malpractice Insights, publicado pelo Dr. Charles A. Pilcher. Leia o caso e faça as suas hipóteses! Embaixo do relato do caso, seguem os nossos comentários.   Comentários Este caso ilustra um diagnóstico perdido devido a múltiplos problemas, relacionados tanto ao processo de raciocínio clínico diagnóstico como também a falhas importantes do sistema: Problema 1 O principal determinante de erro diagnóstico neste caso, na nossa opinião, foi um erro cognitivo na etapa Continue lendo

Caso clínico 2: Um “causo” amazônico

Caso clínico 2: Um “causo” amazônico

6 minutos Hoje vamos viajar longe pelo Brasil (pelo menos, para nós, de Londrina!) e chegar ao Amazonas. O caso clínico abaixo foi uma contribuição dos doutores Luis Marcelo Aranha Camargo & Juliana de Souza Almeida Aranha Camargo, que nos conduzirão neste primeiro caso amazonense. Vamos conosco nesta viagem?   Caso clínico amazônico Outro dia estávamos à beira do rio Purus, na localidade de Carapanatuba, município de Humaitá, Amazonas. Um calor de 38oC e uma brisa morna tornavam nosso raciocínio mais lento. A vista do Continue lendo

Você sabe ouvir o paciente? A arte da anamnese

Você sabe ouvir o paciente? A arte da anamnese

13 minutos Recentemente, fui chamado para avaliar um paciente hospitalizado por piora da função renal e diminuição do débito urinário. Era um senhor dos seus 60 anos, conversador, mas com uma face sofrida. Ansioso, logo que me apresentei já respondeu que precisava de ajuda, pois não estava bem e não estavam fazendo nada por ele. O olhar suplicante e humilde desse senhor me chamou a atenção e pus-me a ouvir o paciente um pouco. Logo fiquei sabendo que havia sido submetido a 4 cirurgias Continue lendo