Você já deve ter ouvido uma história de difícil diagnóstico ou de apresentação atípica de SCA, não?

Embora a definição de síndrome coronariana aguda (SCA) seja simples: a angina instável e o infarto agudo do miocárdio (IAM) com e sem supradesnivelamento do segmento ST, essa condição atualmente é uma das maiores responsáveis por mortes no mundo.

Além disso, é uma das situações em que os erros diagnósticos mais são cometidos. Isso ocorre tanto em hospitais pequenos e sem recursos, como nos grandes hospitais de referência. Ou seja, pode acontecer com qualquer um, em qualquer lugar.

Por isso, não surpreende o fato de que 2% a 8% dos pacientes que procuram atendimento por IAM não são diagnosticados corretamente.

Certamente, tudo isso é péssimo para os pacientes e péssimo para os médicos, sendo que os erros diagnósticos associados a IAM ou SCA estão entre as maiores causas de processos contra médicos emergencistas.

Então... como melhorar?

Precisamos conhecer as principais armadilhas diagnósticas primeiramente, para que depois possamos evitá-las!

Para vê-las, acesse nossa área restrita, totalmente gratuita no link abaixo!