Leandro Diehl

Webcaso #1: Uma dor que não passa

Webcaso #1: Uma dor que não passa

1 minuto Discutir casos clínicos é uma ótima maneira de desenvolver suas habilidades de raciocínio clínico diagnóstico! Esta semana, trazemos mais uma novidade para você praticar. É o nosso primeiro Webcaso! A ideia é a seguinte: na segunda-feira, publicamos a apresentação inicial de um caso clínico, com um questionário para nossos leitores mandarem suas sugestões. Depois, na quinta-feira da mesma semana, publicamos a continuação do caso clínico com o diagnóstico final e os nossos comentários. Portanto, segue abaixo o início do caso clínico desta Continue lendo

COVID-19: Diagnóstico clínico e laboratorial

COVID-19: Diagnóstico clínico e laboratorial

2 minutos Nós, do Raciocínio Clínico, geralmente não publicamos textos sobre uma única doença. Preferimos discutir as armadilhas no diagnóstico de alguma síndrome ou o diagnóstico diferencial de algum caso difícil ou ilustrativo. Mas, nesta semana, ninguém fala de outra coisa! Então, vamos tentar dar nossa modesta contribuição ao estudo da doença do momento: a COVID-19, causada pelo novo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2). (É, a nomenclatura correta é essa mesma!) Para isso, convidamos alguém que entende do assunto: nosso amigo Continue lendo

Atitude: o quarto pilar do diagnóstico (e talvez o mais importante)

Atitude: o quarto pilar do diagnóstico (e talvez o mais importante)

9 minutos Plena pandemia, pessoas tendendo ao pânico, histeria coletiva. Neste momento de crise, eu vejo com nitidez os colegas médicos e profissionais de saúde dividirem-se em dois grandes grupos. Um grupo é o que diz: – Eu é que não vou pegar isso aí! Vou me isolar na casa de praia, ficar longe de tudo isso até tudo acabar. Outro grupo é o que fala assim: – Meu Deus, como é que vamos dar conta de dar atendimento adequado a tanta gente doente Continue lendo

Caso clínico interativo #6: Uma evolução inesperada

Caso clínico interativo #6: Uma evolução inesperada

1 minuto O caso clínico interativo desta semana foi enviado pelo Dr. Bruno Farnetano, professor de Clínica Médica da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e da UNIFAGOC, em Minas Gerais. Para participar, leia o resumo do caso clínico abaixo, veja as imagens e clique no link para o questionário do Google, mais abaixo, para enviar suas hipóteses diagnósticas. Ao final do questionário do Google, você encontrará um link para acessar a continuação do caso clínico, com o diagnóstico final e os nossos comentários sobre Continue lendo

Lei de Sutton: vá onde a doença está!

Lei de Sutton: vá onde a doença está!

5 minutos   Dia desses, passando visita no hospital universitário, os internos me passaram um caso de um senhor idoso que havia sido internado para investigar uma adenomegalia supraclavicular. Eles estavam preocupados (com razão) com a possibilidade de câncer, mas estavam com muitas dificuldades em decidir que exames pedir primeiro. Ultrassom? Sorologias? Endoscopia e colonoscopia? PET-scan?… Então perguntei a eles: – Já ouviram falar da Lei de Sutton? Os internos nunca tinham ouvido falar (nem os residentes). Então expliquei a eles, não sem contar Continue lendo

Vieses cognitivos: programados para errar

Vieses cognitivos: programados para errar

16 minutos  Uma das principais características da vida para nós, humanos, é que temos que tomar milhares de decisões todos os dias, sobre praticamente tudo. Para isso, usamos nosso conhecimento do mundo, nossas preferências pessoais e nossos processos mentais de raciocínio. Se você é um ser humano “normal“, você deve estar bastante convencido de que o seu raciocínio é imparcial, lógico e racional, e por isso você chega a conclusões corretas na grande maioria das vezes. Ao mesmo tempo, se você é um Continue lendo

Duas cabeças em uma: a teoria do processo dual (VÍDEO)

Duas cabeças em uma: a teoria do processo dual (VÍDEO)

menos de 1 minuto Neste vídeo, os editores do blog Raciocínio Clínico, Dr. Pedro Gordan e Dr. Leandro Diehl, explicam o que é a Teoria do Processo Dual. Entenda como esse modelo nos ajuda a entender como pensamos – e por que erramos!      Gostou?… Se quiser ler mais a respeito do Sistema 1 e do Sistema 2 de pensamento, acesse a publicação original sobre a teoria do processo dual no nosso blog: