As férias acabaram, então vamos começar 2021 com Webcaso novo!

Confira a seguir a apresentação inicial do caso clínico e, mais abaixo, o vídeo da discussão desse caso!

A discussão foi realizada ao vivo no nosso canal do YouTube no dia 10/02/2021.

Os nossos convidados especiais desta vez foram os estudantes promotores do I Curso de Interpretação de Exames Clínico-Laboratoriais – CIEL (CIEL), membros de Sociedade de Acadêmicos de Medicina do Estado de Minas Gerais (SAMMG)!

I Curso de Interpretação de Exames Clínico-Laboratoriais - CIEL
SAMMG - Sociedade de Acadêmicos de Medicina de Minas Gerais

Na semana que vem, pode ser você!

Quer incluir a sua liga ou centro acadêmico numa das próximas discussões? É fácil! É só mandar uma mensagem para a gente pelo Whatsapp, pelo Telegram, pelo formulário de Contato deste site ou pelo email: contato@raciocinioclinico.com.br !

Apresentação do caso clínico

webcaso-16-um-homem-com-fraqueza-nas-pernas-raciocinio-clinico

Um homem de 42 anos se apresenta com quadro progressivo de fraqueza muscular, náuseas e cansaço há 2 semanas.

Ele nega outros sintomas como febre, sudorese noturna, tosse, dispneia, dor abdominal, diarreia ou rash cutâneo.

O paciente é portador de esclerose múltipla, diagnosticada há 5 anos, e por isso já apresenta uma paraparesia crônica como sequela; no entanto, nas últimas 2 semanas essa perda de força piorou e, no momento, ele está praticamente incapaz de andar.

No passado, ele fez uso de fingolimod e acetato de glatirâmer. Entretanto, há mais de um ano ele abandonou esse tratamento e atualmente faz uso apenas de multivitamínicos, como tratamento alternativo.

Nega outras doenças, cirurgias prévias, alergias e histórico de doenças familiares.

Ao exame físico, o paciente encontra-se em REG, afebril, com aspecto de enfermidade crônica, FC: 72, PA: 118 x 88, FR: 18, saturação de o2 100% em ar ambiente. 

O segmento cefálico não tem alterações.

À ausculta torácica, apresenta ritmo cardíaco regular, sem sopros, e pulmões limpos.

O abdome é plano, indolor, sem distensão.

O exame das extremidades mostra força muscular grau 3/5 em membros inferiores, simetricamente (inferior à força muscular prévia) e grau 5/5 em membros superiores, com hiporreflexia difusa.

O restante do exame é normal.

confira a discussão deste webcaso #16